Follow by Email

2012/10/14


Eleições nos Açores---Reações nas Comunidades

Primeiro, e sobretudo, deve-se congratular o povo dos Açores por mais um ato eleitoral cheio de civismo, embora com abstenção muito alta.  Parabéns aos açorianos pela escolha.  Se tivesse nos Açores também votaria em Vasco Cordeiro e no novo PS.  É que o novo PS dará continuidade a algumas políticas que foram delineadas e implementadas pelo PS de Carlos César e terminará com outras que já tiveram o seu ciclo, como as comunidades.  É que Carlos César trouxe o PS da obscuridade a que estava condenado nos Açores e levou-o a sucessivas vitórias eleitorais e acredito que Vasco Cordeiro levá-lo-á a outros patamares. 

Todos sabemos que atual conjuntura internacional é difícil e que os próximos anos serão duros para os Açores, como o serão para o resto do mundo.  Mas o PS, com Vasco Cordeiro saberá ajudar os açorianos a enfrentar os desafios.

Nas comunidades, abundam os líderes, e os ativistas culturais, que se esconderam com medo de apoiar Vasco Cordeiro porque havia quem desse a vitória certa a Berta Cabral.  Nunca tive esse problema.  Toda a gente sabe que se estivesse nos Açores teria votado no PS e que sempre apoiei o candidato Vasco Cordeiro.  Embora, acredite, veementemente que o destino dos Açores deve estar nas mãos dos açorianos que lá residem.  Acho que as interferências das comunidades não são justificáveis.  E nem deram resultado.  É que o que menos faltou foram associações a darem a vitória à candidata Berta Cabral, muito antes das eleições.  O caso de ser apresentada, várias vezes, nas comunidades do continente norte-americano como a próxima Presidente dos Açores.  Não aconteceu!  Houve até associações que lhe deram medalhas prevendo que seria presidente e como tal, talvez Berta Cabral se lembrasse do mimo e talvez houvesse recompensa.  Devem estar dececionados.  Melhor, já devem estar a planear mimos para o Presidente eleito Vasco Cordeiro.  É que são assim, têm tanta consistência com Mitt Romney.

Mas os açorianos, aqueles que votaram, fizeram a sua escolha e independente de quem tivessem escolhido eu sempre apoiei Vasco Cordeiro. 

Espero que o novo Presidente (e esperaria o mesmo de Berta Cabral) tenha a coragem de fazer a mudança necessária nas comunidades. É que a metamorfose que acontece nas nossas comunidades é diária e seria importante para as comunidades, e penso que também para os Açores, que houvesse uma outra postura.  Um dos ponto mais positivos desta eleição é que, independentemente de quem ganhasse, estavam já programadas mudanças nas comunidades.  E isso é bom!

Parabéns para o PS, para Vasco Cordeiro, para os Açores e, porque não: para as comunidades.  Mais, chegou o momento dos líderes comunitários, aqueles que andaram encobertos (mais do que se desejaria), de virem à praça publica e congratular Vasco Cordeiro e o PS.  Não tenham medo, porque já há muito sabíamos que diriam, sem qualquer vergonha na cara, que apesar de terem andado a fazer mimos ao PSD e a bajular a candidata Berta Cabral com medalhas e prémios, sempre foram do PS e sempre apoiaram Vasco Cordeiro.
Já os estou a ver na sua cosntante demagogia.
Mas o importante é que o PS ganhou nos Açores e Barack Obama ganhará nos EUA.
   

Sem comentários:

Enviar um comentário